segunda-feira, 30 de março de 2009

O novo visual da Estação Espacial Internacional

image

Esta é a primeira fotografia da Estação Espacial Internacional (ISS) depois de finalizada a missão STS-119, do ônibus espacial Discovery, quando foi instalado o seu último segmento central e o quarto conjunto de painéis solares.

A foto foi tirada por tripulantes do Discovery logo depois da desacoplagem com a Estação. O aumento nas dimensões facilita a visualização da ISS a partir do solo, o que pode ser feito com pequenos telescópios.

Além da instalação do último segmento e dos painéis solares, a missão serviu também para testar um equipamento inédito de proteção planetária, que evitará que os astronautas levem microorganismos que poderiam contaminar as areias de Marte, em um futura missão que a NASA espera realizar por volta de 2030.

Link desta notícia:

NASA

Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.b

Gelo sublima e revela detalhes de terrenos acidentados em Marte

Imagens foram captadas pela Mars Reconnaissance Orbiter.
Mudanças marcam a chegada da primavera no planeta vermelho.

Quando a capa de gelo de dióxido de carbono sublima -- vira gás -- e sobe para a atmosfera, o fenômeno revela acidentes antes ocultos na superfície de Marte. As imagens foram obtidas pela câmera HiRISE, a bordo da sonda americana Mars Reconnaissance Orbiter, e mostram os estranhos efeitos da chegada da primavera no planeta vermelho.

image

Imagem da Mars Reconnaissance Orbiter mostra mudanças sazonais na superfície marciana (Foto: Nasa)

Os padrões, acreditam os cientistas, são formadas pelo fluxo de gás por baixo do gelo sazonal até rachaduras por onde ele escapa para a atmosfera, levando com ele poeira da superfície. O pó volta a cair sobre a superfície do gelo, formando depósitos com padrões exóticos.

A imagem acima cobre uma área de um quilômetro de largura.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia

domingo, 29 de março de 2009

Ucrânia: Incrível aterrissagem de UFO filmada por Ufólogos

29/03/09

Por Michael Cohen

Tradução: Marcos Ancillotti - Mundo UFO

Uma história realmente incrível de um UFO que surgiu na Ucrânia, envolvendo um veterano caçador de UFO e o povo da cidade.

Os moradores da cidade Ucraniana de Dnepropetrovsk na região de Senelnikovo tinham visto objetos estranhos no céu durante a semana e queriam uma explicação do que estava acontecendo. Muitos suspeitavam que os Discos voadores fossem controlados por extraterrestres. Falaram que o pouso de Discos Voadores, perto da base do Mar Negro, vem acontecendo ao longo de décadas.

Os moradores da cidade chamaram uma equipe de ufólogos, chefiada pelo Sr. Vladislav Kanuka, um ufólogo veterano com décadas de experiência, para ajudar.
O ufólogo chegou à cena no mês passado e esperava com uma câmera de vídeo perto da estação ferroviária, um local onde muitos, tinham visto o UFO.
O ufólogo achou o ouro, e pelo menos um UFO não o decepcionou. Um orb muito brilhante foi visto, e do que foi acordado pelo ufólogo, é que parecia seguir uma trajetória controlada. Eles conseguiram filmar o UFO, no momento que ele pousou nas proximidades das matas.
Depois que o objeto havia pousado, correram para o local da aterrissagem, mas no meio do caminho, os motores de todos os três carros que estavam viajando morreram! Quando eles conseguiram reiniciar os motores, começaram a afundar na lama. Eles só foram capazes de chegar ao local, no período da manhã e não encontraram nenhuma evidência da aterrissagem.
Agora, os UFOS são vistos por moradores quase todos os dias, e os apavorados, não tem mas medo; eles aceitam que os extraterrestres usem o local perto de sua cidade, como uma base de desembarque.

Vladislav Kanuka continua entusiasmado com o sucesso da missão.
Vejam o vídeo!
video
Fonte: www.allnewsweb.com


sábado, 28 de março de 2009

UFO em Casa Grande, Arizona

27/03/09

Tradução: Marcos Ancillotti - MUNDO UFO

Esta foto foi tirada em Casa Grande, no Arizona, pelo Diretor da MUFON no Estado, Christine Dickey.  O evento ocorreu no dia 15/01/09 às 9h02min. Esta foto foi anunciada como um "orb UFO com a nave-mãe".

image

image

image

Fonte: Phantoms and Monsters

UFOS capturados pela câmera da NASA

27/03/09

Tradução: Marcos Ancillotti - MUNDO UFO

image

Vídeo fantástico, proveniente da NASA. Alguns clipes antigos foram muito bem inseridos neste vídeo. Os peritos da NASA, estão tendo problemas para dar respostas para estas e muitas outras imagens registradas pelo vaivem  das tripulações.

Fonte: http://naturalplane.blogspot.com

sexta-feira, 27 de março de 2009

Objeto desconhecido sobre a Turquia

Tradução: Marcos Ancillotti

image Mr. M. em 10/01/2009

"Estava no vôo que vai de Londres para Doha no Qatar, e assim que voava sobre a Turquia (de acordo com o GPS em voo, perto do Mar Negro), eu tirei essas fotos.

Hora local (da Turquia), entre 12 e 13h.

Eventos: Bem, para ser honesto, na verdade eu estava tentando encaixar o Mar Negro na foto, pois havia poucas nuvens, e assim eu não tinha nenhuma idéia de que havia algum objeto voando, e  não podia ver nada além do mar devido ao sol.

Quando eu transferia as fotos para o computador, percebi que aparecia um objeto na foto.

Tenho uma paixão de conhecer diversos países, e eu estava tirando fotos aleatoriamente aqui e ali durante toda a minha viagem. Eu já tirei fotos de diversos países (em vôo), mas eu nunca vi qualquer objeto como este, e em qualquer uma das outras fotos da minha viagem.

Será ótimo se eu chegar a saber alguma coisa sobre esse objeto. Muito obrigado novamente."

Fonte: ufocasebook

UFO fotografado sobre o Cerro Azul - Panamá

Tradução: Marcos Ancillotti

image

image

Declaração da testemunha a MUFON: No dia 15 de fevereiro de 2004, eu estava na casa de minha irmã que fica a 30 milhas a  leste da capital do Panamá, numa cidade chamada Cerro Azul. No domingo eu acordei cedo e fui tirar algumas fotos do nascer do sol com a minha câmera digital. Tirei 2 fotos em 2 minutos de intervalo, no entanto, quando passei as fotos para o computador, eu notei que na primeira foto (às 6h19min) havia um objeto brilhante.
Eu não tinha idéia que esse objeto estava lá, quando tirei a foto. 
Buscando encontrar uma explicação, apresentei a fotografia para a APAA (Associação no Panamá de Astrónomos Amadores) que se reúnem anualmente na Universidade do Panamá. Eles analisaram a foto e sugeriram para eu passasse para os Caçadores de UFOS no History Channel. Eles nunca me responderam.
Hoje à noite eu vi o seu programa "Ovnis na Terra" no Discovery Channel e gostei. Por esta razão, escrevi e compartilhei as imagens com você. Finalmente eu digo que eu sou uma pessoa muito séria, com 44 anos de idade, e que trabalho no setor bancário há vários anos e não tenho intenção de cometer fraude? Eu só te procurei para comentar sobre a fotografia.

Fonte: http://naturalplane.blogspot.com

sábado, 21 de março de 2009

UFO ou Projeto Aurora, fotografado na Carolina do Sul

Março/2009

image

Um morador da Carolina do Sul relatou o seguinte caso: "O dia estava nublado, e eu estava no lado de fora da minha casa esperando o carteiro. Foi quando eu avistei esse objeto que voava silenciosamente. Eu mal pude focalizar direito o objeto na minha câmera. Foi muito bonito!"

image

image

image

Fonte: UFOCASEBOOK

Nota do MUNDO UFO

Na verdade, trata-se de um projeto secreto, de codinome Aurora. Postado em 15/12/2008 no MUNDO UFO

sexta-feira, 20 de março de 2009

OVNI ou reflexo filmado pela NASA STS-119?

18/03/2009

Por Michael Cohen

Tradução: Marcos Ancillotti

image

Um sortudo telespectador da NASA TV, teve ontem, uma grande surpresa de sua vida. Ao ver as imagens ao vivo da missão STS-119 Discovery, ele notou que um OVNI passava próximo a espaçonave. O telespectador atordoado, conseguiu gravá-la e enviá-la ao YouTube. Os fóruns de ufologia na Internet, estão em frenesi, não falam de outra coisa.

Devido à sua nitidez, o filme parece desafiar explicações passadas, dadas pela NASA para tais objetos. O objeto passa nitidamente em frente a espaçonave, e é pouco provável de ser explicado como um simples reflexo.

O OVNI em forma de disco, é a forma clássica para tantos avistamentos na terra. Muitos acreditam que agora, essas naves exóticas apareçam no filme de maneira diferente, dependendo se elas são filmadas no espaço ou dentro da atmosfera.

A STS-119 é o atual õnibus espacial Discovery em missão a Estação Espacial Internacional, com finalidade de fornecer equipamento essencial. O seu lançamento ocorreu em 15 de março às 19h43min.

Fonte: UFOCASEBOOK

UFO é avistado na China

 19.03.2009

Oficiais chineses declararam terem visto um Objeto Voador Não Identificado (UFO na sigla em inglês), enquanto estavam em um vôo de avião. E, se alguém acha que pode ter sido uma alucinação coletiva do pessoal, eles fotografaram o UFO para provar (vale lembrar que OVNI é uma denominação que não é necessariamente ligada a extraterrestres).

image

Em relatório, a Xinhua (a assessoria de imprensa do governo chinês, por assim dizer) afirma que um grupo de jornalistas e oficiais estavam em um vôo da Southern Airlines, no fim de fevereiro, quando um deles notou um estranho e luminoso objeto, viajando ao lado de sua condução.

Após certa comoção, onde todos no avião queriam ver o objeto, um jornalista conseguiu tirar algumas fotos. O misterioso UFO, depois de acompanhar o trajeto dos chineses, mudou subitamente de direção para o nordeste.

Algumas testemunhas acreditaram que se tratava de um avião, mas logo depois um avião realmente apareceu e todos concordaram que o objeto não lembrava em nada o avião.

Aparentemente, o OVNI ficou “à mostra” durante um minuto inteiro. No entanto, ninguém sabe do que se trata. Extraterrestres? Raios solares estranhos? Por enquanto, um Objeto Voador Não Identificado (OVNI), ou Unidentified Flying Object (UFO, na sigla em inglês).

Autor: Cezar Ribas

Fonte: Hypescience, link: http://hypescience.com/ovni-e-avistado-na-china/

quarta-feira, 18 de março de 2009

UFO em Long Beach, Califórnia

image

No dia 17 de março de 2009, entre 18h59min e 19h25min, um morador de Long Beach, Califórnia, que estava observando o céu com os seus filhos, notou uma luz que não se enquadrava com nada do que já tinha visto (jatos, helicópteros, aeronaves experimentais, etc), pois o objeto em questão não apresentava luzes de navegação. “A luz parecia ser esbranquiçada ou amarelada com um pouco de vermelho ao longo do tempo, o que chamou a minha atenção foi que as luzes e as cores não correspondiam as do regulamento da FAA no que diz respeito às luzes vermelha e verde da esquerda para a direita e luzes brancas, que piscam 40 vezes por minuto. Esta coisa pulsante permaneceu acesa. Em seguida, ela piscou as luzes brancas rapidamente e depois voltou à pulsação novamente, e a seguir, com outra explosão de luzes brilhantes por cerca de trinta a sessenta segundos.” Após passar as fotos para o seu computador, é que ele pode analisar a sua forma. ”De onde eu estava, que fica a uma milha ao largo da costa do Pacífico, provavelmente o objeto estava acima da Companhia Elétrica na esquina da Rua 2, entre Studebaker e Westminster. Depois que ele parou, girou 180º, indo para leste, depois foi para oeste, e em seguida foi mais para o sul ao longo do Oceano Pacífico, para o famoso “Redondo Trench”. Foi utilizado uma câmera Sony Cybershot de alta resolução. Depois que o objeto desapareceu, surgiram mais de 10 helicópteros que passaram a vasculhar a área por duas horas.

image

 

image Fonte: MUFON

terça-feira, 17 de março de 2009

UFOS próximo ao Mt. Adams e Trout Lake - Washington/EUA

Durante anos, o Monte Saint Adams foi o lugar para discos voadores. Mas nada parecido com o que está acontecendo agora. Vários avistamentos próximo a uma fazenda, estão movimentando até os militares, que não param de sobrevoar o local com seus helicópteros negros. Vejam os vídeos!

image

Estas bolas de plasma foram vistas pelo povo a olho nú, não eram bolhas como as testemunhas relataram, mas círculos de luz brilhante. 

Fonte: http://naturalplane.blogspot.com

sexta-feira, 13 de março de 2009

UFO fotografado na zona fronteiriça de Araucanía

11/03/2009

Tradução: Marcos Ancillotti

De acordo com um repórter que obteve a imagem, por suas características, esta área não é utilizada pelas aeronaves.

Um objeto voador não identificado (OVNI) foi fotografado e virou destaque no periódico zonalacustre.com por um repórter que cobriu o evento na segunda-feira.

"Só por uma revisão das fotografias tiradas na zona do Lago Pilhue no lado argentino, fomos capazes de observar sobre as árvores, um objeto de origem indeterminada no céu azul", disse ele.

image

Em outras fotografias tiradas no mesmo local, apenas alguns segundos depois, esse objeto não é observado.

De acordo com este meio de comunicação "é impossível ser um avião comercial, uma vez que a área não é utilizada em voo, pois é uma zona fronteiriça e não é percurso de aviões. Além  disso, se era um avião, teria ouvido o barulho do motor", explicou o repórter.

"É comum que os moradores das zonas de montanha do nosso país, especialmente no sul do Chile e da Argentina, verem luzes estranhas à noite que não sejam veículos."

Fonte: www.canaldenoticias.c

terça-feira, 10 de março de 2009

Formação de OVNIs na Espanha

Tradução: Marcos Ancillotti

Vários Discos voadores ficaram em formação durante uma filmagem da lua, numa praia deserta da Espanha. A lua está ao longo do Oceano Atlântico, em relação ao horizonte.

image

Fonte: naturalplane.blogspot.com

Telescópio Kepler em busca de planetas rochosos

09 de março de 2009

Lançado com sucesso na sexta-feira, Telescópio Espacial Kepler deverá monitorar o brilho de cerca 100 mil estrelas com alta precisão

image

A bordo de um foguete Delta II foi lançado em Cabo Canaveral, em 6 de março, o telescópio Kepler, em órbita heliocêntrica com um período de 372,5 dias. A missão foi projetada para monitorar 100 mil estrelas com brilho entre 9ª e 16ª magnitudes em um campo de visão de 105 graus quadrados, pelos próximos 3,5 anos. Mas se tudo correr bem a missão poderá ser prorrogada até 2014.
Ultrapassada a marca de 340 planetas detectados fora do Sistema Solar, os astrônomos agora estão mais perto de descobrir exoplanetas rochosos, mais parecidos com a Terra. A maioria já descoberta é de gigantes gasosos como Júpiter, mas é impossível prever o que Kepler irá encontrar, avalia William Borucki um dos pesquisadores da missão.
O telescópio tem 0,95 metro de comprimento e uma câmara de 95 megapixels, formada por 42 dispositivos de carga acoplada (CCD na sigla em inglês), o que corresponde a uma área de 700 cm2. O campo estelar engloba partes das constelações de Lira e Cisne.

Os cientistas não poderão ver os planetas diretamente, segundo Jim Fanson, principal responsável pela missão Kepler; eles vão monitorar o brilho de estrelas com uma precisão de 20 ppm (partes por milhão) para detectar seu enfraquecimento provocado pelo trânsito de planetas das dimensões da Terra.
Um planeta como o nosso reduz o brilho da estrela que orbita em aproximadamente 84 ppm. A redução do brilho deverá durar de 3 a 12 horas e deverá ser periódica, para caracterizar um exoplaneta terrestre. "É como medir uma pulga saltando na frente do farol de um carro à noite. Esse é o nível de precisão que precisamos alcançar.”
Os astrônomos poderão usar os dados da missão para determinar o tamanho, massa e outras características de exoplanetas recém descobertos, mas embora o telescópio tenha sido projetado para encontrar planetas coma a Terra, “ele não determinará a presença de vida em qualquer um deles”, comenta a astrônoma Debra Fischer da San Francisco State University. Na verdade, esses planetas podem não ser muito parecidos com a Terra; podem não ser mundos rochosos, mas aquáticos, capazes de conter vida como em nossos oceanos, mas talvez não estejam enviando sinais de rádio em nossa direção, acrescenta ela.
A missão Kepler permitirá que os astrônomos obtenham uma medida estatística da ocorrência de planetas desde as dimensões da Terra até do tamanho de Netuno orbitando estrelas normais a até duas unidades astronômicas (UA). Uma UA equivale à distância média entre o Sol e a Terra. Pela primeira vez saberemos se planetas rochosos como a Terra também são comuns fora do Sistema Solar.

Fonte: Scientific American Brasil

Existirá de fato um Planeta X?

09/03/2009

Existirá de fato um Planeta X?

[Imagem: T Pyle (SSC) / JPL-Caltech / NASA]

Quando Plutão deixou de ser um planeta, parecia que o Sistema Solar estava com seu desenho definitivamente traçado, com o Sol e seus oito planetas no papel principal.

Mas isto não foi o suficiente para sossegar o astrônomo Robert Jedicke, da Universidade de Havaí. Ele acredita que a órbita de alguns corpos celestes menores indica a presença de um novo nono planeta, orbitando o Sol a uma distância muito grande para que pudesse ter sido observado com os instrumentos até hoje disponíveis. Ele o chama de Planeta X.

Cinturão de Kuiper

Além de seus oito planetas, o Sol é circundado também por alguns corpos grandes, agora chamados plutóides, e uma infinidade de corpos celestes menores, principalmente em uma região denominada Cinturão de Kuiper, que se estende entre 30 e 50 Unidades Astronômicas (UA) - 1 UA equivale à distância entre a Terra e o Sol.

De certa forma, o Cinturão de Kuiper e sua infinidade de pequenos corpos rochosos congelados foi o responsável pelo rebaixamento de Plutão. Para se configurar como um planeta, além de orbitar o Sol e ter um formato esférico, o corpo celeste precisa ser dominante em sua órbita. E, pela sua proximidade com o Cinturão, Plutão e sua lua Charon têm uma vizinhança bem povoada.

Ou seja, qualquer candidato a novo planeta precisa estar bem longe dessa região.

Sinais do Planeta X

Ocorre que alguns objetos no Cinturão de Kuiper têm órbitas extremamente alongadas, enquanto outros têm órbitas bem menos elípticas e em ângulos muito semelhantes às órbitas dos planetas.

"Isto pode ser um sinal de perturbações de um objeto maciço muito distante," afirmou Jedicke em uma entrevista à revista New Scientist.

Nem todos os astrônomos concordam com ele. Uma lenta migração dos planetas para órbitas mais afastadas do Sol também pode explicar essas órbitas estranhas dos objetos do Cinturão de Kuiper.

Maior câmera digital do mundo

Mas agora pode ter chegado a hora de tirar a história a limpo. Jedicke e sua equipe está preparando programas de computador para varrer automaticamente uma área do céu que até hoje não foi observada porque não havia instrumentos com alcance suficiente para detectar a luz extremamente fraca de um eventual Planeta X.

O pesquisador afirma que o Planeta X, se existir, poderá estar a uma distância de até 100 UA. A essa distância, seu brilho deve ser tão fraco que nenhum equipamento disponível até hoje conseguiria captar.

A solução pode estar no Pan-STARRS (Panoramic Survey Telescope and Rapid Response System), um projeto destinado a monitorar os céus em busca de asteróides em rota de colisão com a Terra.

Embora os asteróides que possam vir a nos ameaçar estejam muito próximos, o Pan-STARRS possui a maior câmera digital do mundo, com 1,4 bilhão de pixels, o que o torna capaz de detectar algo como um planeta do tamanho de Marte orbitando o Sol a uma distância de 100 UA.

Quando o sistema entrar em operação, em 2010, Jedicke planeja rastrear todas as imagens geradas por ele, de forma automática, em busca de algum sinal do Planeta X.

Formação do Sistema Solar

Se o Planeta X realmente existir, os cientistas também terão que rever suas teorias de formação do Sistema Solar, uma vez que a existência de um planeta a essa distância evidenciaria a formação dos planetas muito mais cedo na história do Sistema Solar do que se acredita hoje.

Créditos: Universidade do Havaí

Fonte: Inovação Tecnológica

domingo, 8 de março de 2009

Argentina: UFOS sobre o Rio Quequén

Tradução: Marcos Ancillotti

image

Julio Ruppel foi tirar fotografias na ponte atravessando o Rio Quequén entre as comunidades de Cascallares e Irene, no domingo, 21 de fevereiro de 2009, e quando ele examinou-as, ele reparou quatro objetos que ele não podia identificar, e que, à primeira vista parece com dois Discos voadores .
Segundo a LU24, Rádio Tres Arroyos, os investigadores deste tipo de evento podem voltar a cena em alguma data futura para recolher mais informações sobre o assunto.

Fonte: http://diarionecochea.com/2009/02/25/ovnis-sobre-el-rio-quequen/

Bilionário investe na pesquisa de OVNs

bigelow

“MUFON deve receber grande patrocínio de bilionário. O investidor bilionário Roberto Bigelow de Las Vegas, Nevada, está agora apostando seu dinheiro na MUFON [Mutual UFO Network] para descobrir novos conhecimentos valiosos sobre sistemas de propulsão alienígenas.
Bigelow, que é conhecido por já ter investido milhões de dólares patrocinando pesquisas OVNI sérias, acaba de concretizar um acordo com a MUFON onde deve fornecer à organização tudo de que precise para sair por aí e coletar a evidência sólida, não apenas para documentar a realidade dos OVNIs interagindo conosco mas, mais importante, acumular o tipo de informação que verdadeiramente permita avançar na compreensão científica deste fenômeno”.
The Examiner:
MUFON to receive major funding from billionaire backer

O acordo significa remuneração aos investigadores da MUFON, promovendo o treinamento e qualificação de uma “esquipe especial de resposta rápida de investigadores de campo” que poderia estar na cena de um grande evento OVNI em menos de 24 horas. Bigelow também teria contratado 50 cientistas para oferecer consultoria à MUFON e trabalhar na análise laboratorial dos materiais coletados. A iniciativa começou neste 1 de março, e é intitulada SIP – Star Impact Project, ou “Projeto Impacto Estelar”.

Se você aprecia a ufologia e anseia por provas, essas notícias devem soar muito bem. Sem querer jogar água fria em tais expectativas, devemos contudo complementar a notícia com algumas informações não tão animadoras.

Bigelow, que fez sua fortuna no ramo imobiliário e acredita firmemente que OVNIs sejam espaçonaves alienígenas, realmente é conhecido por já ter investido recursos na investigação de casos paranormais. Casos OVNI principalmente.

Foram muitos milhões de dólares direcionados a iniciativas como o NIDS, há quase vinte anos, que falharam em produzir quaisquer provas extraordinárias. Pior do que isso é como vários dos projetos de pesquisa patrocinados por Bigelow tiveram a evidência coletada reservada. Não foram divulgados ou partilhados.

Garraextraterrestre Um caso bem ilustrativo é comentado por Luis Ruiz Noguez, em espanhol, em “Extraterrestres Babosos”. Uma família supostamente assediada por extraterrestres na Califórnia, com todo o pacote indo de luzes voadoras, ruídos, interferências elétricas e ferimentos corporais era o alvo da pesquisa. Detalhe: os extraterrestres, criaturas, ou o que fossem, aparentemente entravam e saíam da casa pelo closet no quarto dos pais da família. Os investigadores tomaram isto tudo muito a sério. E quando algo estranho parecido com uma garra surgiu por lá, a empolgação deve ter sido grande. Você a confere ao lado.

Análises laboratoriais de diversos tipos, sem medir custos, foram conduzidas. Apenas elas consumiram dezenas de milhares de dólares, e levaram mesmo a aperfeiçoamentos em algumas técnicas de análise genética. Soem os tambores, porque depois de um ano de esforços e investimento, com tais novas técnicas de análise chegaram a um resultado.

E a garra alienígena era uma lesma seca, de uma espécie comum da Califórnia.

lesmabigelow

Noguez sugere que tudo leva a crer que a “evidência extraterrestre” foi plantada pelos donos da casa. De fato, se já é pouco provável que uma lesma consiga adentrar dentro do closet de uma casa, é ainda menos provável que ela ressecasse significativamente sem que tivesse sido notada antes. “Apesar de tudo, os membros do NIDS continuam investigando os fenômenos anômalos relatados pela família californiana”, comenta Noguez. O relatório do próprio NIDS, em inglês, é uma leitura interessante: A Cautionary Tale - DNA Analysis of Alleged Extraterrestrial Biological Material: Anatomy of a Molecular Forensic Investigation (PDF).

Bigelow investe seu dinheiro no que melhor lhe convier. Além do paranormal, o bilionário também aposta na exploração espacial, e em particular, na idéia promissora de hotéis espaciais infláveis. Enquanto alguns bilionários investem em extravagâncias fúteis como super-iates ou mansões excêntricas, as extravagâncias de Bob Bigelow são mesmo louváveis. Em particular, sua confiança e investimento obstinado em métodos e especialistas científicos na busca de provas objetivas para suas crenças pessoais é sem dúvida merecedora de aplausos. Ainda que misture alguns não tão científicos.

E ainda que todo o investimento tenha falhado em produzir os resultados extraordinários que o próprio bilionário vem buscando há décadas, ele sim chegou a resultados relevantes. Porque, cientificamente, mesmo resultados negativos são resultados relevantes.

E é assim que, pensamos, este anúncio de um renovado investimento de Bob Bigelow na ufologia através da MUFON pode ser colocado em perspectiva. Talvez não traga as provas que tantos desejam, talvez não seja o mais eficaz investimento no avanço do conhecimento científico em tais temas – alguns diriam que simples análise crítica sensata teria evitado investir tantos recursos em uma lesma –, mas é bem provável que como os investimentos anteriores, produza alguns resultados interessantes e… bem, é possível que Bigelow concretize seu sonho dourado e saúde a humanidade com a prova definitiva do contato com extraterrestres.

Seja como for, é seu próprio dinheiro.

Fonte: www.ceticismoaberto.com

sábado, 7 de março de 2009

UFOS na Itália e os "Cabelos de Anjos"

image

Jornal Corriere della Sera

Nos ultimos meses de 2008, objetos voadores não identificados tem sido avistados no norte da Itália. Literalmente "chovem" filamentos denominados como “Cabelos de Anjos”, e esferas luminosas, de corpo conico são fartamente fotografados e filmados, como este da foto registrado na Sicilia, assim como outros objetos não identificados estão sobrevoando esta área. Algo também foi fotografado no filme, ainda inédito no Brasil “Milano –Palermo: O retorno”, de 2007, sobre a direção de Raul Bova, onde um globo branco aparece em Allumiere, não muito distante de CivitaVecchia.
Que a Itália tem um céu misterioso, ninguém duvida, devido ao número de avistamentos que viram notícia da noite para o dia, mas muitos fatos não são noticiados, assim como em todo o mundo. Nos ultimos meses de 2008, ao menos 4 episódios foram registrados, principalmente na área conhecida como baixo Tirreno, uma área já conhecida por fenomenos espaciais e de um intenso trafego de ufos.
Até provem o contrário, por um lado podemos acreditar que estamos sendo visitados por discos voadores, o que ainda não é uma certeza absoluta por total falta de comprovação cientifica.Por outro, nada nos impede de considerar que estes fatos são reais, e que nós, os humanos somos o objeto de pesquisa cientifica destes “aliens”.
Do encontro em 15 de Outubro de 2007, entre uma aeronave comercial italiana, no percurso de Catania a Napoli, na altitude de 28 mil pés e uma massa escura com formato de nave espacial, restou a afirmação oficial da aeronautica italiana, de que não havia nenhuma atividade militar naquela área e que o encontro foi observado pelos radares em terra.
A questão é que o encontro existiu, mas nada se viu.
Ao contrário, em Prati de Roma em 10 de Outubro de 2008, e por 2 vezes em 16 de Novembro, um habitante de Montebelluna estava realizando uma filmagem sobre quimica no céu (chemitrails) quando sem querer acabou registrando um objeto esférico cruzando os céus italianos diante de sua camera, fazendo uma manobra radical a esquerda das lentes e sumindo em seguida.

image
Não é a primeira vez que estes avistamentos acontecem “coincidentemente” com o momento de pulverização (chemitrails) em certas regiões. Em 27 de Novembro, um novo encontro foi filmado entre um um ovni e um avião comercial. A região norte do país vive recolhendo do céu o que os italianos chamam de “ cabelos de anjo”, longos, de 50 cm a 2 metros de comprimento, em Parma, Treviso, entre Milão, Pavia e outros lugares. Estes “Cabelos de Anjo” possuiam eletricidade, e colocados dentro de um vidro se movimentavam em grande velocidade. Não se trata de um caso isolado. Em 27 de Outubro de 1954, um objeto esbranquiçado apareceu sobre Firenze lançando estes “Cabelos de Anjo” ao solo.

Fonte: http://livrosdodel.blogspot.com/2009/02/ovni-na-italia-e-os-cabelos-de-anjos.html

UFOS deixam testemunhas atordoadas na República Tcheca

Foto de Stanislav Strmen

Fonte: Karlovarsky.denik.cz

Por Michael Cohen

Tradução: Marcos Ancillotti

image

A mídia da República Tcheca relata amplamente uma série de avistamentos de UFOS que ocorreram no mês passado, no norte da cidade de Cheb. Muitos moradores têm inundado as estações de rádio, jornais e da polícia com os apelos no diz a respeito a Discos Voadores, fazendo um inquérito sobre os acontecimentos.
Os eventos ocorreram às 07h45min do sábado, do dia 14 fevereiro deste ano e novamente por volta da mesma hora, em 17 de fevereiro.
Residentes locais estão completamente em desacordo tentando explicar os acontecimentos. Pavel Beran voltava a noite para casa com a esposa quando viu os Discos voadores no dia 14 de fevereiro. "Vimos duas luzes e, em seguida, mais duas; uma emitia uma luz laranja brilhante, e os objetos, em seguida, dispararam para longe na direção oeste . Tudo durou cerca de um minuto ".
Václav Tondl foi também com a esposa quando viu as mesmas luzes pairando sobre a praça. Ele relatou cinco objetos circulando ao redor da cidade, pairando sobre a igreja e, em seguida, voando para longe. "Eu nunca tinha visto algo parecido, eles são controlados manualmente". Václav disse que ele não ouviu qualquer som proveniente dos objetos.
Eventos semelhantes ocorreram novamente na noite de 17 fevereiro. Stanislaw Strmen de Cheb: “foi para fora da casa, para corrigir aquilo que parecia ser uma interferência na recepção de TV, quando ele reparou quatro objetos que se deslocavam sobre a cidade e depois desapareceram, possivelmente em direção da Alemanha.
Desta vez, as testemunhas relataram um som sussurrante profundo. Stanislaw conseguiu tirar algumas fotos com uma câmera digital.

image

“ Acho que poderia ter sido realmente Discos voadores, pois não eram aviões ou helicópteros" observou ele.
Curiosamente, a boa fotografia, parecia uma foto antiga de um Disco Voador, tirada pelo Sr. Strmen, mas foi confirmada por outras testemunhas como sendo o que viram.
Ladislav Bohm, o chefe da polícia local confirmou os avistamentos e disse que ainda permanecia um mistério. "Não eram aeronaves policiais que operam na área". O departamento local de serviços de emergência não mencionou que um helicóptero foi usado na área, no dia 17 de fevereiro antes da observação, mas não em 14 de fevereiro. As testemunhas locais atestam que aquilo que viram não era um helicóptero.

Fonte: UFOCASEBOOK

No vale da morte fica a base dos alienígenas

Há hipóteses de que existe em Yakuti no vale da morte uma base dos alienígenas. Algumas pessoas que consideram que, Alguidar, é uma espécie de cemitério de UFO. Este lugar no Yakuti é conhecido como “vale da morte”, zona anómalo do planeta, devido a queda do meteorito Tunguska em 1908.

Um lugar muito estranho, fica à 200 km do pacífico. Os habitantes desse lugar chamam-no de “vale da morte”. Por esse lugar, no passado ocorreu o comercio das tribos nómadas, por este motivo e muitos testemunham que no lugar há uma grande caldeira por baixo do solo.

Os caçadores da região afirmam que, dormiam ali, porque o lugar conservava muito calor do verão no inverno, e depois disso muitos acabariam adoecendo e morrer, segundo “SakhaNews” citando-se no jornal “Yakuti”.

No arquivo da biblioteca Nacional da Republica existe uma carta dum tal, M.P. Koretcki, confirmando que, durante três expedições de 1933 para 1949 nesse lugar ele encontrou 8 caldeiras com diâmetro de 6 cm dum metal desconhecido, capaz de derreter vidros sem dificuldades.

Uma das testemunhas afirma que, um caçador lhe contou como viu quando no rio, abriu uma forte construção de metal e ai dentro havia pequenos seres de metal, com um olho e vestidos de metais.

Outra testemunha também contou que, em 2000 quando vigiava a cidade do pacífico, geólogo de 50 anos de estágio, um caçador experiente, Vacilii Kuprianovitch Trofimov testemunhou um fenómeno estranho, que lhe assustou muito forte. Ele disse que, adormeceu nessa noite de inverno, e acordou quando o seu cão esquimó saiu correndo e ele atrás do cão e viu na escuridão, como que algo ou alguém, movimentava pelos ramos das arvores. Os passos do objecto não eram vistos, mas o objecto ao aproximar-se da superfície, cobria o céu e as estrelas desapareciam. Ao amanhecer o Vacilii Kuprianovitch encontrou o rasto do objecto por toda a floresta.

Durante a expedição do presidente da academia espacial internacional em 2000, conseguiu descobrir no lugar um instrumento secreto, muito parecido com chapa. A bússola perto dela oscilava.

Dério Nunes

Fonte: Pravda.ru -  25/10/2007

segunda-feira, 2 de março de 2009

Estudante fotografa UFOS em Santa Bárbara, California

02/03/2009

Tradução: Marcos Ancillotti

image

image

image

image

image

Um estudante da City College de Santa Bárbara, Califórnia, fotografou esses objetos às 6h34min. "Se você tiver um olhar mais atento sobre o pequeno objeto branco e brilhante abaixo dos 2 objetos, é a forma do UFO."

Fonte: MUFON

Metano explica por que atmosfera de Plutão é mais quente que a superfície

Com o telescópio da Agência Espacial Europeia, astrônomos detectaram grandes quantidades de metano na atmosfera de Plutão, o que explica por que a atmosfera do planeta anão é bem menos fria do que sua superfície.
As novas descobertas foram possíveis graças ao espectógrafo Crires, acoplado ao telescópio da agência, equipamento que tem permitido o estudo das camadas inferiores da atmosfera do planeta anão.

AP

Concepção artística feita a partir das novas descobertas sobre Plutão

Com diâmetro cerca de cinco vezes menor que o do nosso planeta, Plutão é composto basicamente de gelo e pedra. Por estar 40 vezes mais longe do Sol do que a Terra, a temperatura de sua superfície chega a - 220 ºC.
A temperatura da atmosfera, no entanto, é bem mais amena: cerca de - 180 º C. "Pela grande quantidade de metano, fica claro por que a atmosfera de Plutão é tão quente", afirmou o autor do estudo, Emmanuel Lellouch.
As observações também indicam que o metano é o segundo gás mais comum na atmosfera de Plutão (o primeiro é o nitrogênio), representando quase metade das moléculas.

Fonte: http://cienciaesaude.uol.com.br/ultnot/2009/03/02/ult4477u1390.jhtm